"Spain is Different"

De repente você lê uma notícia e se sente em casa...

"Um surdo (de nascimento) é multado com 200 euros por usar o celular enquanto dirigia"


"Hein?" Você se pergunta, impactado por uma manchete comum pra quem vem de um país onde tudo é possível, acreditando que no tal do 1º mundo essas mesmas coisas não são frequentes.

Seus olhos seguem as linhas:
"O homem, com uma capacidade auditiva nula, tentou explicar aos agentes de trânsito que se tratava de um erro".

As surpresas não param:

"O homem nunca teve um telefone celular, mas em fevereiro do ano passado, quando conduzia pela estrada, uma patrulha da Guarda Civil o fez parar. O condutor não entendia o que os policiais tentavam dizer e mostrou o carnê de conduzir que comprova sua surdez, mas ele não foi capaz de se explicar.
Chegando em casa, com a ajuda do seu sobrinho, tentou conversar com a DGT - Direção Geral de Trânsito - e foi ignorado. Devido ao atraso no pagamento, o valor da multa subiu para 220€.
Para evitar problemas, ele pagou os 220€, mas apresentou uma denúncia. Segundo sua advogada, sua demanda demorará dois anos para ser resolvida".
Fim.

Esse post é pra todos os que pensam (pensamos) que na Europa as coisas são diferentes. Pode até ser que na EUROPA - com maiúsculas e em negrito - sim... mas isso aqui é Espanha e o nome desse blog bem que poderia ser - como dizem os espanhóis - "Spain is Different". Pra gente, é "Igualzinho ao Brasil", em muitos casos.

8 comentarios:

  1. Zé Guerra disse...:

    Portugal, Espanha e Itália deram melhor sorte na loicalizaçãop, mas são o 3º mundo na Europa, como eu vinha salientando

  1. Este comentário foi removido pelo autor.
  1. Cris Campos disse...:

    O que mais me espanta nessa notícia é como um surdo conseguiu tirar carteira de habilitação? Então quer dizer que a audição não é necessária pra dirigir?

  1. Este comentário foi removido pelo autor.
  1. Cris, que bom te ver por aqui!!!
    Então, eles podem dirigir sim, tanto no Brasil como na Espanha. Basta com que passem nas provas que são exigidas à todas as pessoas que tiram a carteira. Nos outros países eu não sei.

    Aqui, por exemplo, existem algumas discussões sobre esse tema e quando os surdos tiveram proibida a ajuda de intérpretes durante o exame de condução, se criou a maior polêmica por considerarem uma medida discriminatória. (http://www.20minutos.es/noticia/370475/1/)

    Eu lembro que meu vizinho de infância que era surdo-mudo, o Caio Lucio, começou a dirigir qdo fizemos 18 anos. Ele tinha uma placa de cor diferente, para que os demais motoristas pudessem identificar a sua necessidade especial.
    (sobre o direito dos surdos dirigirem no BR: http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=359554

    Encontrei esse blog de uma brasileira, surda, mora na Alemanha e é amante do volante! Ela conta sua história http://oliviacastrocranwell.wordpress.com/2009/06/05/%C2%BFlos-sordos-pueden-conducir/

    E só pra finalizar, lendo em alguns fóruns, encontrei um par de comentário que me pareceu bem válido: "um surdo dirigindo é a mesma coisa que um cara com o carro tuneado e o som no máximo". E essa: Un sordo al volante no es ningun peligro, ¿cuando un bocinazo o un grito os a librado a vosotros de tener un accidente? con las ventanillas subidas y con musica dentro del coche somos todos sordos.

  1. Zé!!!!! Você ainda lembra de mim???
    Meu querido, que saudades!
    Sim, dizem que somos o "terceiro mundo" da Europa - digo assim, odiando essa expresão depreciativa. De todas as formas, esse não é o problema. O problema real é que eles não aceitam a sua condição de menor desenvolvimento econômico. Você lê nos jornais: "Mas na Alemanha, Só que na França, Os dados europeus"....

    E assim seguimos na Espanha... vivendo por cima das nossas possibilidades, com o nariz empinado, olhando feio para quem eles consideram 3º mundo e reclamando - sempre.

    Bom te ver aqui, bombom.
    beijinhos.

  1. Anônimo disse...:

    ºE proibido surdos terem a carta de conduzir, assim como pessoas com doenças de coraçao, diabetes e outros. Sou professor de conduçao e trabalhei em "ESPANHA".E posso confirmar que a GUADIA CIVIL tem razão,e LEI na Europa Comunitaria.Sou Luso Portugues, pq nasci numa ex-colonia, devemos ser justos na CRITICA E NÃO POLITIZAR as noticias sem conhecimentos. Abraços a todos.-

  1. Oi, Anônimo: Olha só, não sou especialista em "condução" - nem pretendo -, mas a notícia (que saiu de um jornal e não foi inventada por mim), é clara ao dizer que um surdo tinha sim um carnê de conduzir - e que, pelo visto, ele poderia tê-lo.

    A notícia não é sobre se ele poderia tê-lo ou não, e sim que mesmo ele tendo o tal carnê - que confirmava a sua surdez, ele dirigia falando ao celular. A ironia é justamente esta: como ele falaria ao celular se o carnê de conduzir confirmava que ele é surdo? Ou seja, ele foi multado injustamente - repetindo: não por ser surdo, mas por dizerem que um surdo falava ao celular.

    Qto ao de politizar, nao creio que seja justo o seu comentário. Eu não tenho a intenção de politizar nada por aqui... simplesmente de mostrar como são as coisas deste lado do mundo - e em muitos casos, de opinar.
    Este é um espaço meu, por onde passam umas 5 pessoas por dias. Como minha opinião não interessa à (quase) ninguém - pq sou apenas uma pringada da vida - não acredito que este blog chegue a ter maior importância a ponto de ter a intenção de "politizar as notícias sem conhecimentos".

    De todas as formas, obrigada pela sua visita e comentário :)
    abraço pra vc tb.

Postar um comentário